Mães empreendedoras apostam em negócios próprios para ficar mais perto dos filhos

Uma saída que tem sido considerada cada vez mais por mulheres que se tornam mães é a de criar o próprio negócio. Para ter mais tempo e acompanhar mais de perto o crescimento das crianças, algumas mães tem deixado seus empregos e investido em áreas muitas vezes diferentes da sua formação. Este fenômeno é conhecido como Mompreneur – uma junção em inglês entre as palavras Mom (mãe) e Entrepreneur (empreendedor), que em português seria algo como “Mãepreendorismo”.

Segundo uma pesquisa americana realizada pela ONG Center for Women’s Business Research, nos EUA, as mulheres empreendem, em média, duas vezes mais que os homens. Lá, 15,6 milhões de mulheres são empreendedoras. Destas, 7 milhões, que representa próximo da metade, são mães, o que também corresponde a cerca de 10% das mães americanas. São valores expressivos.

No Brasil não temos pesquisas específicas neste sentido, mas o Sebrae divulgou a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor em 2010, que aponta que o Brasil tem cerca de 10 milhões de mulheres empreendedoras. Seguindo uma média dos últimos censos, que aponta que 50% das mulheres brasileiras são mães, estamos falando de 5 milhões de “mãepreendedoras” em nosso país.

Já existem alguns sites e blogs que dão dicas e contam experiências sobre a virada na carreira dessas mulheres. Em português, o mais significativo deles é o Mãe Empreendedora.

Já em inglês temos algumas opções, com dicas que podem ser adaptadas à realidade brasileira, como o The Mom Entrepreneur, o Mompreneur  e o Mom Ventures.

Para as mães que ainda estão pensando se vale a pena largar o emprego para se dedicar ao negócio próprio, o site Work It Mom traz dicas de como aliar a carreira profissional e o papel de mãe.

12 ideias sobre “Mães empreendedoras apostam em negócios próprios para ficar mais perto dos filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>