Curso de Formação: Mirabolâncias – Um encontro com Estêvão Marques

SERVIÇO
> Local: Espaço Figueira, na Av. Corifeu de Azevedo Marques 137 – Butantã, em São Paulo – SP (próximo a estação do Metrô Butantã (linha amarela). Vide MAPA no fim da página.
> Preço: R$ 120 para período (manhã ou tarde), ou R$ 200 para manhã + tarde
> Datas e horários: Sábado, 7/março, das 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h
> INSCRIÇÃO: AQUI, via Sympla.
> Confira a AGENDA completa AQUI.
> Curso com certificado

O CURSO
A arte da música em movimento, até aonde vai esta brincadeira?Jogos de todo o mundo que se transformam em dança e música, acompanhado por instrumentos inusitados como: copos, pvc, garrafa pet, colheres, percussão corporal, bastões, latinhas e muito mais… Vamos lá! Como um educador brincante proponho um diálogo entre a tradição e a invenção.

O curso é divido em 4 encontros, com conteúdos diferentes que interligam-se entre si. Contudo, você pode escolher quais dias quer participar.

METODOLOGIA
Módulo 1 – A arte da música em movimento, até aonde vai esta brincadeira? (manhã)
As mirabolâncias da vida nascem destas coisinhas simples e leves que o vento não leva: Uma canção, Uma dança, O cheiro do giz de cera colorido, Terra debaixo da unha, O sabor da comida da casa da vovó, A história que o seu pai contava para você dormir…Jogos de todo o mundo que se transformam em dança e música, acompanhado por instrumentos inusitados como: copos, pvc, garrafa pet, colheres, percussão corporal, bastões, latinhas e muito mais… Vamos lá! Um encontro brincante propondo um diálogo entre a tradição e a invenção.

Módulo 2 – No embalo das ondas, um mar de brincadeiras (manhã)
Quem conta um conto aumenta um ponto… Com um repertório recheado de brincadeiras, histórias, jogos e danças de diferentes lugares do mundo. Nosso barco faz uma viagem musical desde de a canções da infância dos nosso avôs até as brincadeiras do dia de hoje. Cada etapa um novo aprendizado, novos desafios, novas canções, colheres musicais, percussão corporal, batuque com copos, malabares, bolinhas de ping pong … Vamos fazer nossas Mirabolâncias e incorporar um novo estilo musical e dançante em nosso corpo.

Módulo 3 – O baile do Colherim – uma dança percussiva (tarde)
Sim, vamos dançar com as colheres! Este simples objeto que usamos para comer é um instrumento percussivo popular em diversos lugares do mundo: Espanha, Turquia, Canadá, Colômbia, Irlanda, Rússia… Vamos tocar as colheres usando todo o nosso corpo como um instrumento musical. Cada dança que vamos aprender contem técnicas colherísticas tradicionais de inúmeros países. Muito bem, bem bem,… agora é só pegar tudo isso, temperar com a nossa musicalidade brasileira e bom apetite!

Módulo 4 - No embalo do batuque – A dança e a percussão popular de norte a sul do Brasil (tarde)
As semelhanças e diferenças dos diversos sotaques musicais brasileiros. Vamos conhecer um pouco mais sobre a nossa cultura cantado loas do nordeste, tocando o tambu do sudeste, dançado a dança dos bambus do sul. Trava-línguas ritmados que embalam os atabaques do samba de roda…em cada estado uma brincadeira diferente! Um aula que se transforma em uma grande festa.

Estêvão Marques é integrante do Grupo Triii, formado em música na FASM. Professor no The San Francisco International Orff Course, nos Estados Unidos. Ministrou oficinas na Turquia, Colômbia, Argentina, Uruguai, Espanha, Tailândia, Espanha e Itália. Autor da coleção de livros “Historias que cantam” e Coautor da coleção de livros Brincadeiras e brincadeirinhas musicais. Diretor musical do CD/livro Muitas coisas, poucas palavras, de Francisco Marques (Chico dos Bonecos). Autor do livro Colherim, (Editora Peirópolis). Contador de histórias e já tocou com Palavra Cantada, Chico César, Antonio Nóbrega e com o grupo Barbatuques.

LOCALIZAÇÃO

mapa espaço figueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>